Academias fechadas: dicas para o gestor fitness

academias fechadas

Manter uma prática de atividades físicas auxilia a fortalecer o sistema imunológico, o que é essencial para este momento que estamos vivendo. Mas como fazer isso com as academias fechadas?

Essa é uma dúvida que assola não somente o gestor fitness, ela também acomete milhares de brasileiros que estão acostumados a realizar exercícios em academias

O que é importante para que alguns sentimentos existentes devido à quarentena diminuam, como: tristeza, solidão, estresse e depressão, por exemplo.

A famosa frase ““mens sana in corpore sano” (mente sã, corpo são) nunca fez tanto sentido, visto que todo cuidado deve ser tomado para que o isolamento social não prejudique a forma como encaramos os fatos e a vida.

Os gestores fitness possuem papel fundamental para que o trabalho realizado seja capaz de alcançar o público, seja ele um cliente fidelizado ou uma pessoa que iniciou a busca por atividades.

Pensando nisso, preparamos dicas para que você possa enfrentar o período inédito das academias fechadas

 

Academias fechadas: desespero ou oportunidade?

A maioria dos estabelecimento está de portas fechadas, fato que ninguém jamais imaginaria em pleno 2020, mas que está acontecendo. 

No caso das academias, praticamente 100% estão com as atividades presenciais cortadas, seguindo as recomendações da OMS – Organização Mundial da Saúde, para que aglomerações sejam evitadas.

A situação atual deixou muita gente sem saber o que fazer, o que é de fácil entendimento, visto que nunca passamos por uma situação como essa.

Além disso, os gestores se questionam “como manter um negócio ativo em meio a tantos empecilhos?”.

Respostas assim não são fáceis e a solução não aparece como em um passe de mágicas, é preciso empenho e, mais do que nunca, confiança no papel que está sendo desempenhado. 

Anteriormente, preparamos um conteúdo capaz de tirar muitas dúvidas sobre a gestão neste período de crise, o post blogAcademias e o coronavírus: qual o papel do gestor neste momento?.

Porém, demos prioridade aos assuntos jurídicos, decretos, além de links úteis para solicitações e afins. Não deixe de conferir no link acima antes de continuar a sua leitura. 

 

Feito? Agora podemos continuar com as nossas dicas para academias fechadas!

É preciso enxergar que por trás de  todo desafio podemos encontrar algum tipo de oportunidade, basta que análises sejam realizadas. 

Como outras academias estão se comportando na quarentena? O benchmark pode ser bem útil para se obter insights valiosos. 

Ou seja, é importante analisar o que já está sendo feito e, caso as estratégias se enquadrem no seu negócio, porque não aplicá-las?

Chegou a hora de pensar de forma alternativa, em soluções que talvez você não usaria e mergulhar fundo no universo on-line, se favorecendo do “boom” dos aplicativos e outras redes de comunicação. 

 

Minha academia não tem estrutura digital e agora?

Essa é uma dúvida primária, caso a sua academia já esteja no meio interativo da internet, aconselhamos otimizar a leitura descendo para o próximo item.

Foi pego de surpresa e não sabe o que fazer? Nada de desespero! 

Sua academia pode até ter fechado as portas, até mesmo definitivamente, mas o conhecimento adquirido ao longo dos anos, através de estudos, congressos, experiências e mais, continua bem presente dentro de você. 

Use o que sabe sobre atividades físicas e sua forma de abordagem para que seus alunos tenham vontade de continuar as práticas.

Sua interação deve ser assertiva, pois muitas instituições estão oferecendo serviços on-line de maneira gratuita, por isso é necessário retomar a rotina que eles já possuíam na academia, porém, sem sair de casa.

As fichas precisam ser analisadas e revistas, oferecendo assim, formas alternativas de praticar o mesmo exercício. 

Complicado? Mas não impossível! Com algumas adaptações criativas, pensando no que o aluno pode utilizar para obter o resultado final, é possível encontrar o equilíbrio certo para a sua demanda. 

No mercado, já existem alguns aplicativos voltados para a estruturação dos treinos, a maioria deles é pago, mas como você já deve saber, a presença nas redes sociais também é fator decisivo para colocar as aulas da academia no ar.

Já está nas redes? Lives no Instagram e YouTube são super aceitas pelos usuários, aproximando os professores dos alunos e gerando interação na medida certa.

WhatsApp também pode ser uma alternativa de compartilhamento de links e “chamadas de atenção” para o que está sendo divulgado nas suas mídias sociais.  

Também é possível abrir enquetes simples para analisar o que o seu público deseja, além de montar treinos individuais para cada um deles, de acordo com o número de alunos que você trabalha.

Verifique todos os recursos disponíveis nas plataformas, mesmo que sejam mínimos, afinal, a junção deles pode fazer diferença. 

“Alimente” as suas redes sociais com conteúdos relevantes, esteja presente e se faça presente, é preciso demonstrar o quanto você está se empenhando para resolver as necessidades dos seus alunos em um momento como este.

 

Estão oferecendo conteúdos gratuitos, mas e as mensalidades?

Bem, esse é um assunto extremamente delicado, visto que a concorrência aumentou, pois com a internet podemos atingir qualquer lugar do mundo. 

Porém, quem conhece mais sobre o seu aluno se não você?

O acesso a tais conteúdos está facilitado, isso não é novidade, mas eles são focados única e exclusivamente para o público com o qual a sua academia trabalha? Não necessariamente.

Montar uma grade programática relacionada com aquilo que já era aplicado anteriormente pode ser um atrativo à parte, visto que para se obter resultados a longo prazo, é necessária uma continuidade. 

Pensar de forma individualizada pode auxiliar a excluir as opções dos conteúdos gratuitos, pois eles são aplicados de maneira “global”.

Isso faz com que os seus alunos, aqueles que já conhecem a forma de ensino da academia, vejam que para manter a evolução das atividades desempenhadas por eles, é necessário que haja o mesmo acompanhamento. 

Já pensou em como fazer o aluno mudar de treino sem sair de casa? Esse é um bom exemplo de atendimento individualizado, o que pode funcionar muito bem como diferencial.

A hora agora é de fidelizar ainda mais seus antigos clientes, afinal, além de mantê-los com você, eles podem gerar um buzz marketing para a sua academia

Ou seja, estarão falando sobre a forma como o seu estabelecimento está encarando esta situação, que requer pensamento diferenciado, estratégia e boa conduta.

Lembre-se de que mensalidades e planos poderão ser cancelados mediante solicitação do aluno, por isso o intuito é fazer com que entendam o quão fundamental é o papel das atividades físicas neste momento.

 

Parcerias que podem gerar excelentes resultados

Quando uma pessoa comum pratica qualquer tipo de atividade física, geralmente, gasta em torno de 1h, 1h30. 

Utilizamos a palavra comum, pois existem os entusiastas e aqueles que treinam para competições, ou outros movimentos que necessitam de uma maior dedicação.

Então, um aluno que está em casa seguindo as orientações da quarentena, possui mais tantas outras horas disponíveis, logo, o que pode ser feito com elas? 

 

O que você pode oferecer para agregar valor ao tempo?

Muita gente está trabalhando em sistema de home office, onde nem sempre as casas e/ou apartamentos estão “adaptados” para 8h de trabalho por dia. 

Que tal oferecer recursos como: relaxamento para longas jornadas, alongamentos para serem feitos a cada 2h de trabalho sentado, exercícios de rotação para as articulações?

Esses são apenas alguns exemplos de assuntos que podem ser trabalhados com facilidade em vídeos caseiros. 

Convide profissionais que você conhece, principalmente de outros segmentos, para gravar vídeos dos mais variados assuntos. 

Nutricionistas podem dar dicas para uma alimentação saudável na quarentena, com receitas fáceis; um fisioterapeuta pode auxiliar as posturas corretas para quem passa tempo demais no computador, dentre tantas outras pautas.

Analise o que existe no seu cotidiano e adapte isso à rotina de todos os seus alunos que estão passando pela mesma situação. 

Pense nas informações que podem ser úteis, mesmo que a prática dos exercícios já tenha chegado ao fim, isso poderá colocar a sua academia no topo dos disseminadores de conteúdos de qualidade.

 

Já pensou em alugar alguns aparelhos da sua academia?

Algumas pessoas são aficionadas em exercícios, outras nem tanto. Algumas possuem casas grandes, outros moram em apartamentos. Mas qual o motivo para estarmos falando sobre isso?

A sua academia fechada continua abrigando os mesmos aparelhos que quando estava funcionando a todo vapor, certo?

Então, através de uma logística bem aplicada, alguns dos aparelhos menos robustos poderiam “facilmente” serem alugados. 

Bicicletas ergométricas, esteiras, pesos, tudo isso pode continuar fazendo parte da rotina de treino dos seus alunos, caso eles (e você, como gestor) tenham interesse. 

Isso poderia influenciar ainda mais na rotina daqueles que veem necessidade de fazer uma caminhada, por exemplo, mantendo assim, o isolamento social.

A adaptação de um novo padrão de consumo se faz necessária para que o empreendimento não precise passar por uma nova reestruturação quando este período acabar.

Que tal começar a pensar em novas possibilidades assim que finalizar esta frase?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

1 Comentário

  1. Esta sendo muito util


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat