Atividade física não é perigosa: perigoso é ficar parado!

Além de elevar a autoestima, a atividade física praticada de forma constante proporciona inúmeros benefícios à saúde

Porém, o índice brasileiro é extremamente baixo quando o assunto é prática regular de  exercícios, nos colocando em 5º lugar entre os países mais sedentários do mundo.

Atualmente, com uma rotina corrida e um dia a dia em que nem sempre sobra tempo, algumas pessoas se tornaram inativas, o que altera o funcionamento do organismo.

É preciso que a população pense na atividade física como algo que vai além da estética e de um corpo bonito, afinal, quando há dedicação ao praticar um exercício regular, a incidência de diferentes tipos de doença pode ser reduzida consideravelmente.

Atividade física não é perigosa: perigoso é ficar parado!

Nem sempre é fácil escolher qual atividade física praticar, pois alguns fatores devem ser analisados, como: tempo disponível, deslocamento, idade, estado físico, valor e interesse.

Mas muito se engana quem pensa que para praticar um exercício é necessário um local específico, visto que uma atividade regular, independente de onde seja praticada, pode tirar qualquer um do sedentarismo.

Para que uma pessoa se torne ativa, basta fazer com que esse programa seja algo regular, respeitando as limitações específicas de cada indivíduo.

Cerca de 70% da população brasileira é sedentária, número que supera o diabetes, o colesterol alto, a obesidade, o tabagismo e a hipertensão, por exemplo.

A atividade física passou a ser assunto de grande importância, uma questão de saúde pública, devido ao fato de que o estilo de vida que levamos aumenta o risco de morte por infarto e derrame cerebral, que são considerados como as principais causas no país.

A OMS – Organização Mundial de Saúde – indica que o ideal para manter uma boa saúde é praticar, no mínimo, 2h30 de atividades moderadas por semana.

No caso de exercícios mais intensos o tempo reduz para 75 minutos, o que não é um número exorbitante, podendo ser encaixado em qualquer rotina.

O exercício físico, quando praticado de forma regular, proporciona maior disposição mental, concentração, vigor físico, bem-estar, disposição e bom humor. 

Além disso, a saúde deixa de ser comprometida pelo sedentarismo, visto que a vida se torna mais produtiva, cheia de estímulos e com menor risco de doenças.

Como inserir os exercícios físicos à rotina?

Nem sempre acordamos de manhã com disposição para fazer uma caminhada, correr ou até mesmo passar alguns minutos na academia e, para quem está iniciando essa rotina, isso se torna ainda mais difícil.

Há alguns anos (não muitos) o despertador não era facilmente desligado, pois não ficava embaixo do travesseiro, era preciso levantar do sofá para trocar o canal da televisão e os fast-foods não estavam por toda parte.

Viver se tornou algo corrido e a praticidade ganhou milhares de adeptos. Passamos a não nos preocupar com as horas gastas na frente de telas ou com trabalhos de mais de 8h sentados. 

Porém, temos diversas opções ao nosso alcance, decisões simples que podem fazer total diferença para que possamos sair do sedentarismo.

Algumas pequenas trocas são capazes de proporcionar maior qualidade de vida a longo prazo. Você pode começar agora:

  • No metrô, em casa ou no shopping

Troque a escada rolante pela escada tradicional. Serão poucos minutos de diferença, mas, no final do dia, agregando com outras pequenas alterações de rotina, você já terá realizado uma atividade física.

  • Na alimentação

Prefira alimentos que não sejam industrializados. Tudo bem, isso não tem muito a ver com sedentarismo, mas aumenta a disposição e evita que você faça parte dos altos índices de obesidade que o Brasil enfrenta. Muito mais benefício para a sua saúde é trocar o fast-food por uma salada no pote, por exemplo.

  • No dia a dia corrido

Faça alguns trechos a pé e/ou de bike. Nem sempre conseguimos evitar os meios de transporte, mas alguns dias da semana podem ser separados para alterar um pouco a forma de se locomover. Fazer novos trajetos estimula o cérebro e proporciona uma nova visão do que é feito diariamente, fazendo com que a rotina não seja algo desagradável.

  • Com filhos e/ou animais de estimação

Saia para brincar! Isso mesmo! Além de passar momentos agradáveis com a sua família e/ou seu pet, a diversão também agrega um pouco de atividade ao seu dia a dia. Afinal, ambos possuem energia de sobra, tudo o que é preciso para deixar de levar uma vida sedentária

  • Nas horas 100% livres

Encontre um hobby! Andar de patins, caminhar pela orla ou pelo parque, natação, pular corda, yoga… tudo é válido desde que você encontre algo que te motive a praticar um exercício. Afinal, quando fazemos algo com o qual nos identificamos, fica muito mais fácil persistir quando o desânimo aparecer em um dia chuvoso. 

 

Por fim, mas não menos importante: não fique parado! Até mesmo as atividades diárias dentro de casa fazem com que o “corpo se mexa” e ele precisa disso para manter o vigor, o bem-estar, a autoestima e a saúde sempre presentes. 

Ainda não viu nosso infográfico com algumas informações sobre a importância da prática de atividades físicas? É tempo de mudar com a ACAD! Acesse o material agora:

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Sem comentário ainda, deixe o seu abaixo!


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *